Queijo Serra da Estrela promovido nas Beiras

serra_estrela_sabores_02

As tradicionais feiras do queijo continuam a ser realizadas anualmente por várias Câmaras Municipais da região para homenagearem os pastores e as queijeiras e para promoverem um produto genuíno que tem um grande peso nas economias locais.

O concelho de Celorico da Beira, considerado a “Capital do Queijo Serra da Estrela” inicia, no sábado, o ciclo anual de eventos de promoção do queijo, com um programa que se prolonga até ao dia 07 de Fevereiro.

A feira do queijo é oportunidade para divulgar «o que de melhor» o concelho possui, com especial enfoque para a promoção do queijo Serra da Estrela, da pastorícia, dos saberes e sabores, passando «pelo riquíssimo e vasto património cultural e histórico», segundo a autarquia. De 06 a 09 de Fevereiro o queijo é “rei” na 38.ª edição da Feira do Queijo de Seia.

No mesmo fim-de-semana, de 04 a 09 de Fevereiro, o vizinho concelho de Gouveia organiza o evento “Carnaval da Serra 2016”, que tem no programa a tradicional Feira do Queijo, no dia 07, no Mercado Municipal. A Câmara Municipal de Manteigas também aproveita a quadra do Carnaval para organizar a Expo Estrela, de 06 a 09 de Fevereiro, que inclui, no dia de Carnaval, uma prova de queijo Serra da Estrela. Ainda em Fevereiro, o queijo terá uma feira em Penalva do Castelo, no distrito de Viseu, nos dias 13 e 14. O município promove a XXV Feira do Pastor e do Queijo com um programa que inclui prova de queijo, mercado rural, feira de artesanato, exposição e animação, entre outras iniciativas. Em Março, serão realizados eventos em Oliveira do Hospital, no distrito de Coimbra e em Aguiar da Beira e Fornos de Algodres, no distrito da Guarda. Oliveira do Hospital organiza a 25.ª edição da Festa do Queijo Serra da Estrela entre 05 e 06 de Março, com um programa que insere provas de queijo e enchido, exposição animal, tosquias e fabrico de queijo ao vivo. No dia 06 de Março, a Câmara de Aguiar da Beira realiza na localidade de Mosteiro, a 3.ª Festa do Pastor e do Queijo, certame que tem como principal atrativo uma exposição e um concurso pecuário. O ciclo de 2016 das feiras do queijo da Serra da Estrela termina em Fornos de Algodres, nos dias 12 e 13 de Março, com um certame que, segundo a autarquia, «é uma imagem de marca do município e da região».

A região demarcada de produção do queijo Serra da Estrela abrange 18 municípios, como Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Guarda, Gouveia, Manteigas, Seia, Oliveira do Hospital, Penalva do Castelo, Mangualde e Covilhã.

At http://www.confagri.pt/

Anúncios

Até 15 de abril, limpe os seus terrenos florestais

Limpeza Terrenos

Ao abrigo no disposto no Decreto-lei n.º 124/2006, de 28 de Junho, com a redacção que lhe foi dada pelo Decreto-lei n.º 17/2009, de 14 de Janeiro, compete aos proprietários, arrendatários, usufrutuários, ou entidades que a qualquer título detenham esses terrenos a execução das operações de limpeza até ao dia 15 de Abril de cada ano.

O não cumprimento destas acções de limpeza, são passíveis de aplicação de coimas que poderão ir dos 140,00 € aos 5.000,00 €, no caso de pessoas singulares, e de 800,00€ aos 60.000,00€ no caso de pessoas colectivas.

Casas Isoladas, Armazéns, Oficinas, Fábricas e Estaleiros – São obrigados a proceder à gestão de combustíveis numa faixa de 50 metros.

Aglomerados Populacionais – Inseridos ou confinantes com espaços florestais e previamente definidos no Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI) é obrigatória a gestão de combustíveis numa faixa não inferior a 100 metros.

At http://www.multas.pt/

Morão aponta existência de terras improdutivas

Joaquim Morao 17988.big

Joaquim Morão, ex-presidente de Câmara Municipal, considera que o país não se pode dar ao luxo de ter 300 mil hectares de terreno improdutivos, em Idanha-a-Nova e Castelo Branco.

Joaquim Morão falou nos 100 anos da Caixa de Crédito Agrícola, enquanto presidente do Conselho de Administração da Caixa de Crédito Agrícola da Beira Baixa Sul, desde 08/10/2015.

At http://www.reconquista.pt/

Dora Maria é fadista residente no I Festival do Fado do Alto Alentejo

DORA Maria

O I Festival do Fado Alto Alentejo decorrerá durante seis meses, a partir de fevereiro, em Ponte de Sôr, no distrito de Portalegre, informou a organização, iniciativa que vai ter a nisense Dora Maria como fadista residente.

As diferentes etapas – 19 de fevereiro, 18 de março, 15 de abril, 20 de maio, 17 de junho – decorrem no Cine Teatro local e contam com a participação de um fadista profissional. Os convidados anunciados são António Pinto Basto, em fevereiro, Joana Amendoeira, em março, José da Câmara, em abril, Maria Armanda, em maio, e Ana Lains, em junho.

A final está agendada para o dia 22 de julho no anfiteatro ribeirinho, naquele município, e conta com a participação especial do compositor e guitarrista Custódio Castelo.

A fadista Dora Maria e os músicos Pedro Amendoeira, na guitarra portuguesa, João Chora, na viola, e Fernando Maia, na viola baixo, são os artistas residentes.

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O FESTIVAL DO FADO DO ALTO ALENTEJO

Os interessados podem enviar um video ou áudio, a par dos dados pessoais,  para o mail festfado.altoalentejo@gmail.com. Podem participar neste concurso todas as pessoas, a título individual, sendo que serão divididas por duas categorias:

  • Infanto-juvenis -deverão ter idade até aos 16 anos;
  • Seniores – a partir dos 16 anos.

At http://www.antenalivre.pt/

Bilhetes “Andanças 2016” à venda a partir de hoje

Andanças 16

Andanças descontos

Desconto máximo de 20% até 29 de Fevereiro

Bilhetes Locais

  • Os residentes no Distrito de Portalegre e Concelho de Castelo de Vide têm acesso ao festival a um preço mais baixo. Não será possível a compra de Bilhetes Locais na loja online mas unicamente na bilheteira do festival e deve fazer-se acompanhar por documento oficial comprovativo de morada (documento de identificação oficial, carta de condução). Apenas com comprovativo de morada será possível a entrega de bilhete com desconto.

Bilhetes Sociais – Famílias

  • Famílias com 2 ou mais filhos (entre 13 e 18 anos) têm um desconto de 25% no valor do bilhete.

Bilhetes Gratuitos

  • O Andanças é gratuito para crianças até aos 12 anos, ou que completem 13 anos durante o festival.

Bilhetes da Noite

  • Durante o Andanças, diariamente, a partir das 20 horas, inicia-se a venda de Bilhetes da Noite a participantes que pretendem ir ao festival unicamente durante a noite. Os bilhetes da noite não permitem uso do campismo do festival e têm um custo de 10€/noite.

At http://www.andancas.net/2016/pt/

Dias de proibição de pesca na Barragem da Póvoa

Pesca concessao-de-pesca-desportiva-na-barragem-de-povoa-e-meadasA pesca desportiva na barragem de Póvoa e Meadas durante o corrente ano de 2016 foi fixada como permitida por edital do Presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide de 1 de Janeiro a 14 de Março e de 16 de Maio a 31 de Dezembro.

O mesmo documento exceciona ainda o período de 30 de Julho e 8 de Agosto, em que decorre naquela zona o Festival Andanças.

António Pita regulamenta o exercício da pesca desportiva “na área de utilização livre” definida no POA – Plano de Ordenamento da Albufeira (freguesias de S. João Batista e Santiago Maior) e de porquanto a Autarquia é detentora da concessão de pesca desportiva desde 2012.

As licenças especiais diárias continuam a poder ser obtidas no edifício das Juntas de Freguesia da sede do concelho, na Freguesia de Póvoa e Meadas ou ainda no Posto de Turismo. O respetivo custo é de 1,5 euros (residentes fora do concelho), de 1 euro para residentes no concelho e entidades organizadoras de concursos e convívios de pesca desportiva, e gratuita para portadores do Cartão Social Municipal, menores de 14 anos e ainda para os sócios (com as quotas “regularizadas”) das duas instituições desportivas do concelho a ADCV – Associação Desportiva de Castelo de Vide e Associação Cultural e Desportiva de Póvoa e Meadas.

At http://noticiasdecastelodevide.blogspot.pt/

Nota de Imprensa da Câmara Municipal de Nisa sobre a poluição do Tejo

Presidente da Câmara de Nisa tem Audiência Parlamentar na Assembleia da República.

O estado de poluição em que o Rio Tejo se encontra no seu percurso de 43 km, no concelho de Nisa, tem vindo a ser alvo de preocupação da Presidente da Câmara Municipal de Nisa no sentido de identificar, denunciar e encontrar as soluções necessárias para resolução deste grave problema que a persistir influenciará decisivamente o modo de vida e sustento de pescadores e das suas famílias, que fazem do peixe o elemento principal da gastronomia local, em especial na freguesia de Santana e afectará a crescente prática de atividades de turismo e lazer em Amieira do Tejo.

No início de setembro, do ano transato, técnicos da Câmara Municipal deslocaram-se ao “Cais do Arneiro” freguesia de Santana, após denúncias relativas ao estado nauseabundo do caudal do rio. A cor escura das águas que, segundo os pescadores locais, deriva das descargas diárias das fábricas a montante do local de observação, ou seja das indústrias sediadas em Vila Velha de Ródão.

Das conclusões retiradas da observação, devidamente acompanhas de elementos ilustrativos foi enviado, em 28 de setembro 2015, ao Senhor Secretário de Estado do Ambiente, à Agência Portuguesa do Ambiente – ARH Tejo e Oeste e à Guarda Nacional Republicana – Destacamento Territorial de Nisa uma comunicação no sentido de alertar para esta questão problemática para o concelho de Nisa.

Esta nossa denúncia e preocupação foi igualmente comunicada às empresas AMS – Star Paper; Celtejo – Empresa de Celulose do Tejo e Centroliva – Indústria e Energia, das quais apenas recebemos da primeira um ofício que indica que aquela empresa “cumpre todos os requisitos legais ambientais” não se responsabilizando pelo estado de poluição em que encontra o rio.

Porque não poderíamos ficar indiferentes perante a gravidade do problema, cuja origem será previsivelmente no nosso concelho vizinho, afetando a nossa já débil economia local, solicitámos uma Audição à Comissão Parlamentar de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação na tentativa de ultrapassar os constrangimentos e impactos negativos que esta situação de poluição está a provocar no Concelho de Nisa.

Em resultado destas nossas démarches a Presidente da Câmara Municipal de Nisa irá ser recebida no próximo dia 2 de fevereiro, na Assembleia da República, para expor na Comissão Parlamentar a situação de catástrofe que atinge o rio Tejo bem como as implicações daí resultantes, quer na qualidade das águas para a pesca quer para a saúde das pessoas e para todo o concelho de Nisa.

At http://www.cm-nisa.pt/

Primeiro-ministro visita amanhã Ponte de Sor

antonio-costa051_1280x640_acf_cropped

O Primeiro-ministro vai marcar presença amanhã, quarta-feira, dia 27 de Janeiro, em Ponte de Sor para a Cerimónia de Assinatura dos Contratos de Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC).

De acordo com uma nota de imprensa emitida pelo Município de Ponte de Sor, António Costa é esperado no Teatro Cinema Municipal às 15h00, onde se fará acompanhar pelo Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, e pelo Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos.

De acordo com a mesma fonte, o DLBC visa especialmente, em territórios específicos, a concertação estratégica e operacional entre parceiros, focalizada no empreendedorismo e na criação de postos de trabalho, em coerência com o Acordo de Parceria – Portugal 2020 – e no quadro da prossecução dos objectivos da Estratégia Europa 2020. Neste âmbito, justifica o Município, Ponte de Sor foi escolhida para acolher a Cerimónia de Assinatura dos Contratos de DLBC com Grupos de Acção Local provenientes de todo o país.

At https://pt-pt.facebook.com/jornal.ecosdosor