Arquivo de etiquetas: Interior

Debate para levar o comboio à zona industrial de Portalegre

FB_IMG_1513192037231

“Os Verdes entregaram na Assembleia da República o Projeto de Resolução N.º 1182/XIII/3ª que visa a construção de um ramal ferroviário que leve o comboio da Linha do Leste até mais próximo da cidade de Portalegre. Este ramal permitirá ligar o Parque Industrial de Portalegre ao Porto de Sines, a Madrid e obviamente a Lisboa e Porto. Para aprofundar este assunto e mobilizar Portalegre para este objetivo que poderá dar um forte contributo para o desenvolvimento da cidade e do concelho, Os Verdes promovem um debate, na próxima quinta-feira.”

At Facebook

Anúncios

António Maio pelos trilhos da serra D’Ossa

António Maio

Vem fazer parte do meu 1º passeio e desfrutar dos fabulosos trilhos da serra D’Ossa, local único para a prática da modalidade que nos une!
Não percas esta oportunidade!

Aceito inscrições através do link:
https://goo.gl/w5AUBn

Aceitam-se também inscrições para acompanhantes!!!
Almoço 10 motas.
Almoço+t-shirt oficial da equipa 15 motas.

Qualquer dúvida dispõe!

At https://www.facebook.com

Cozinha dos Ganhões arranca quinta-feira

Será de 30 de novembro a 3 de dezembro de 2017, que irá decorrer mais uma edição da Cozinha dos Ganhões, no Parque de Feiras e Exposições de Estremoz.

A 25ª Cozinha dos Ganhões, à semelhança dos anos anteriores, oferece aos visitantes, uma rica gastronomia, doçaria, produtos regionais, artesanato e animação cultural.

Paralelamente à Cozinha dos Ganhões 2017, no pavilhão C do recinto, irá decorrer a Feira da Caça, Pesca e Desportos de Natureza, organizada pela Confraria dos Amigos do Campo, com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz.

At http://www.cm-estremoz.pt/

Centro de contacto que o anterior Governo fechou, reabriu em Castelo Branco

Call-Center-SS-inauguração-foto-hélder-henriques-700x325

A concretização do atendimento telefónico da Segurança Social desceu, segundo o Governo, de 90% para pouco mais de 60% após o encerramento, em 2012, do centro de contacto de Castelo Branco, que hoje foi oficialmente reaberto.

“Se a minha memória não me falha, a evolução quantitativa do atendimento da Segurança Social [após o encerramento] desceu de perto de 90% para pouco mais de 60% de chamadas atendidas. São números duros”, afirmou o ministro do Trabalha, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

O governante falava durante a inauguração do Centro de Contacto da Segurança Social, em Castelo Branco, que reabriu em instalações novas, após o encerramento pelo Governo PSD/CDS-PP.

“O risco de não ser atendido era quase de 50% ou, pelo menos, ficar longos e longos minutos à espera de ser atendido. Isto são números de facto chocantes do ponto de vista da responsabilidade de um serviço público e que justificava esta opção, de voltar a criar um instrumento eficaz de contacto com os cidadãos”, sustentou.

Vieira da Silva realçou que este novo investimento demonstra a vontade do Governo de inverter essa tendência de degradação do relacionamento da Segurança Social com os cidadãos. (…)

O presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, explicou que o novo centro de contacto vai criar 150 novos postos de trabalho.

O autarca disse ainda que esta decisão de reabrir o serviço corrige o que o anterior Governo tinha feito: “uma enorme injustiça” para o concelho e para o interior, além de ter posto em causa “o princípio da honorabilidade do Estado”.

At https://beiranews.pt/

Jovem de Castelo de Vide a votos no OPJ 2017

OPJ

Orçamento Participativo Jovem Portugal 2017 / https://opjovem.gov.pt/

“Amigos, apresentei uma proposta no Orçamento Participativo Jovem Portugal, na área da sustentabilidade ambiental, a qual foi aprovada e está agora em fase de votação até dia 22 de dezembro.
É um projeto ligado ao Distrito de Portalegre, e consiste numa ação distrital de limpeza nas nossas áreas florestais.
Para votarem, para além de terem de ter entre 14 e 30 anos, basta aceder ao site e registarem-se, ou através de SMS gratuito, enviar para o nº 4310 com o número do projeto, 134 (espaço) o vosso nº do CC com os 12 algarismos, incluindo os algarismos de controlo. Ex: 134 123456780ZY1

Obrigado pela atenção! 

Link: https://opjovem.gov.pt/cb/kvEMymyazluTVqcpKICnrBVvNpObeUyW/topic/zEkA954YYLutabsDmeKSqHqzMj8So6kR?type=project

João Carlos Diogo

Ex-Presidente da Direção da Associação Ekosiuvenis

At https://www.facebook.com/

Primeiro comboio de mercadorias, de Mérida a Portugal, sai amanhã

Merida tren

Renfe y el operador portugués Medway pondrán mañana jueves, día 23, en circulación a primera hora el primer tren desde la terminal de mercancías de Mérida con destino a Bobadela (Portugal) y, de ahí, al puerto marítimo luso de Sines.

El tren, que llegó de Portugal el martes, se cargará hoy 1.190 toneladas de concentrado de tomate y de vidrio, ambos productos “íntegramente extremeños” destinados a la exportación, ha explicado Renfe.

La terminal de mercancías de Mérida tiene una extensión 21.000 metros cuadrados en los que cuenta con tres vías, una de 360 metros y dos de 260 metros, y el espacio se completa con un edificio de oficinas de 180 metros cuadrados.

Este primer servicio es fruto de la alianza logística formada por Renfe y el operador ferroviario luso Medway, que comenzó a operar el pasado 15 de noviembre en la terminal emeritense, y la previsión de tráfico es de dos trenes semanales, los martes y jueves, hacia Bobadela y al puerto de Sines (Portugal).

Así, se afirma que se está a trabajar para incluir una tercera circulación semanal y, en una fase posterior, establecer conexiones y nuevos tráficos desde Mérida hacia otras terminales y puertos españoles y portugueses.

Renfe utilizará una locomotora de la serie 333 para la tracción del tren y, una vez pasada la frontera, se sustituirá por la EURO4000 de Medway, ha asegurado.

No obstante, ambos operadores trabajan para que el desarrollo de la alianza permita en un futuro la entrada directa hasta la terminal.

Asimismo, se explica que “en un futuro” será posible transportar productos alimenticios, en contenedores refrigerados, hacia puertos “cuyo destino final sea el mercado internacional“.

Renfe ha recordado que Adif, propietaria de la terminal de Mérida, adjudicó a finales de septiembre su gestión “a riesgo y ventura” a la sociedad logística formada por los dos principales operadores ferroviarios de la península ibérica.

La adjudicación se realizó por un plazo de cinco años, con posibilidad de prórroga por otros dos, ha apuntado.

De este modo, se ha aseverado, el inicio de la actividad constata “la apuesta por el tejido industrial de la Comunidad extremeña”, cuyas empresas “verán incrementadas las opciones de distribución y exportación de la industria agroalimentaria extremeña”.

En este sentido, ha subrayado que los proveedores con los que se trabaja desde esta terminal son empresas auxiliares de la zona y la plantilla de la terminal de Mercancías está compuesta por trabajadores extremeños.

At http://www.elperiodicoextremadura.com/