Arquivo de etiquetas: Associativismo

Podes plantar uma árvore por 3,00€ indo aos CTT

Desenvolvido pela Quercus e pelos CTT, o projecto tem como objectivo a plantação de árvores de espécies autóctones em terrenos de todo o país, incluindo nas áreas ardidas. Para isso, basta ires a uma loja dos CTT para ofereceres uma árvore por 3 euros, que revertem totalmente para o financiamento do projecto. Não existe qualquer limite ao número de árvores que podem ser apadrinhadas, por isso podes ajudar a planar uma floresta inteira se assim desejares.

Têm sido muitos os apelos nas redes sociais a que se substituam as prendas do Natal por árvores. Este ano, o programa foi lançado em Julho e tinha data final a 30 de Novembro. Depois da tragédia de Pedrógão Grande e desta nova leva de incêndios, resta saber se as organizações envolvidas vão estender a data da iniciativa. Esta é a quarta edição de “Uma Árvore pela Floresta”, e, por exemplo, este ano a área de intervenção do projecto é alargada a Castanheira de Pera, um dos concelhos mais afectados pelos incêndios de Julho.

COMO FAZER?

Para que tudo isto seja possível, basta que te dirijas a uma das 291 lojas CTT aderentes ou, no caso de impossibilitadas de ir à loja, podes fazer a compra através do e-mail lojaonline@ctt.pt.

No momento da compra, é-te entregue um pequeno kit composto por uma “árvore” em cartão reciclado e um código. Esta “árvore” de cartão serve de lembrança e pode ser oferecida. O código serve para registar a árvore que a Quercus irá plantar por ti até à Primavera de 2018, identificar a espécie e o local de plantação, bem como para consultares a sua evolução nos 5 anos seguintes no bosque onde foi instalada – tudo a partir do site oficial.

UMA FLORESTA SEM EUCALIPTOS

Por cada uma das doações dos portugueses, uma árvore será depois plantada pela Quercus quer em áreas classificadas do Norte e Centro de Portugal (Serra do Gerês, do Alvão, do Marão, de Montemuro, da Estrela e o Tejo Internacional), quer no concelho de Castanheira de Pera. Entre as 28 espécies disponíveis, que fazem parte da flora original portuguesa, encontram-se o amieiro, medronheiro, bidoeiro, castanheiro, freixo, azevinho, loureiro, carvalho-negral e carvalho-alvarinho, o sobreiro, o lentisco ou o sabugueiro, entre outras.

O objectivo da acção é promover a criação de bosques autóctones, que oferecem uma maior resistência à propagação dos incêndios e são melhores para amenizar o clima, promover a biodiversidade e proteger a nossa paisagem, a água e os solos.

At https://shifter.pt/http://umaarvorepelafloresta.quercus.pt/

Anúncios

ACP vai ajudar o Gavião a renovar a floresta

Por uma Baja Portalegre 500 mais limpa!
Ação Ambiental com Plantação de árvores no Gavião

Na próxima Quarta-feira, dia 18 de outubro pelas 11h00, a Câmara Municipal de Gavião com a colaboração do Automóvel Club de Portugal (ACP) vai realizar uma ação ambiental de plantação de árvores, numa zona que foi recentemente devastada pelos incêndios que assolaram o país.

Uma iniciativa que tem também como intuito compensar a pegada ecológica e contribuir para a redução do aquecimento global.

Vão participar nesta plantação de árvores diversos pilotos e equipas que vai contar ainda com a ajuda muito especial de 30 crianças do Pré-Escolar.

Nesta ação serão ainda abordados temas como a Segurança dos Espetadores e Responsabilidade Ambiental.

Sob o lema “Por uma Baja mais limpa!” o ACP pretende sensibilizar todos para que deixem as ZEs limpas. O lixo deverá ser colocado em sacos e estes em contentores que serão disponibilizados para o efeito.

De destacar que o ACP recebeu, recentemente, o galardão FIA Achievement of Excellence pelo planeamento e desempenho em termos de práticas ambientais de excelência no WRC Vodafone Rally de Portugal 2017, às quais pretende dar continuidade na Baja Portalegre 500.

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

At https://www.facebook.com/

Opinião: “Tomar posições”

Ester 12063310_10208008284833749_2693532619088314756_nSei que sou abençoada por tudo nesta vida, e agradeço todos os dias! Pelos que me rodeiam, pelo calo que fui ganhando em mais de metade da minha vida a lidar com situações destas, sou mesmo afortunada.

Isto de tomar posições é tramado, sempre as tomei, seja pela família, seja por amizade pura (que nestas alturas há quem não entenda que se pode ter amizades com várias cores políticas), seja por convicções, fica-se sempre nos cornos do touro, e de repente nasce todo um mundo de anti corpos grátis! E isto que não ganho nada com a tomada das mesmas, a não ser estar bem comigo mesma, fazer o que acho que tem que ser feito. E ainda bem! De outra forma, não se conheceria tão bem as pessoas, com o bom e mau que isso acarreta. No dia-a-dia, festas e copos, somos todos o máximo, já em situações limite… Há quem diga que nestas alturas as pessoas ficam fora de si, eu cá acho que nestas alturas é que se conhece a verdadeira essência de cada um.

Pessoas há que não sabem separar as coisas, e quem não sabe, pouco vale.. Normalmente são pessoas sem carácter, e ter carácter dá trabalho, ter coluna vertebral é do caraças! Destes não gosto mesmo nada, os falsos simpáticos, os vira-casacas, os ordinários, os que passam por entre os pingos da chuva á espera de ver para onde vai o vento, os que têm necessidade de inventar mentir e denegrir para auto promoção, á falta de melhores argumentos. Vidas sem sal. Quem “veste” a minha pele, sabe bem do que falo.

Podia agora enunciar agora a teoria da evolução de Darwin, ou apenas a frase “Dios los cria, ellos se juntan”.. mas não me vou alongar mais.

Eu tenho a sorte De 4 em 4 anos experimentar um género de purga, uma higienização, um processo de desinfestação de tudo o que não interessa, ou seja, fico mais leve e mais saudável!

Por tudo isto, obrigada pela auto selecção, sozinhos, auto excluem-se dos meus círculos, e ainda bem, de outra forma nunca conheceria bem as pessoas, ou levaria mais tempo a chegar lá, e paciência não é o meu forte.

Não sou melhor que muitos, mas que destes reles, ah claro que sou! Isto de estar bem com a consciência, é do melhor que há (para quem a tem claro), ou então estou fora de moda 😂😉

Ester Tereno

(Barrancos)

At https://www.facebook.com/