Próspero ano novo 2017!

2017

Anúncios

Portagens aumentam uma vez mais para o interior

a1-a23
A1 terá o maior aumento de portagens em 2017 (para quem se desloca das áreas de Portalegre ou Castelo Branco para Lisboa, significa metade do caminho)

A autoestrada Lisboa-Porto vai ficar 35 cêntimos mais cara em 2017 para a classe 1, o que faz da A1 o percurso com o maior aumento das portagens, seguida pela A2 Lisboa-Algarve que sobe 25 cêntimos.

Em terceiro lugar, com um aumento de 15 cêntimos, aparece a A22, conhecida como Via do Infante, no Algarve, que passa a custar 8,7 euros.

Já a viagem Lisboa-Porto, na autoestrada A1, passará a custar 21,60 euros e a Lisboa-Algarve na A2 20,45 euros, com o novo tarifário das autoestradas que entra em vigor a 01 de janeiro, atualizado com base na variação de preços ao consumidor.

A atualização abrange 22% das portagens e será de cinco cêntimos na generalidade das taxas de Classe 1, sendo de dez cêntimos num número reduzido de situações e em 78% dos casos não haverá qualquer acréscimo de preço, segundo anunciou o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas.

As portagens das pontes 25 de Abril e Vasco da Gama, em Lisboa, terão um aumento que varia entre os 5 (classe 1, em ambas as pontes) e os 15 cêntimos (classe 4, na Vasco da Gama).

Assim, no próximo ano, os utentes com veículos de classe 1 vão passar a pagar 1,75 euros para atravessar a ponte 25 de Abril e 2,75 euros na ponte Vasco da Gama.

Também a Brisa Concessão Rodoviária (BCR) destaca que “para a maioria dos principais percursos, o impacto das atualizações é mínimo, e que nas entradas dos grandes centros urbanos (Lisboa e Porto) não há aumentos”, como é o caso da A5 Lisboa-Cascais e da A9 (Crel).

O índice de preços ao consumidor de outubro, excluindo habitação, que serve de referência à atualização anual das portagens, foi de 0,84%, sendo essa a proposta que as concessionárias de autoestradas terão feito ao Governo.

O método de atualização das portagens inclui um mecanismo de arredondamento das taxas para o múltiplo de cinco cêntimos mais próximo. Ou seja, se os aumentos forem inferiores a 2,5 cêntimos, a portagem manter-se-á inalterada. No entanto, se o aumento for superior a 2,5 cêntimos, há um arredondamento automático para cinco cêntimos.

Em 2016, a atualização nas taxas de portagem das autoestradas nacionais tinha abrangido apenas 10% dos troços das vias onde há cobrança aos utilizadores e numa atualização de apenas cinco cêntimos.

At http://sicnoticias.sapo.pt/

Acidente Nisa – Alpalhão faz partir dois amigos

marco-e-nuno

Duas pessoas morreram esta madrugada na sequência de um acidente na estrada nacional 18, entre Nisa e Alpalhão.

Segundo fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre as vítimas dois homens com idades compreendidas entre os 38 e os 42 anos, ficaram carbonizadas.

A mesma fonte indicou que as vítimas eram os únicos ocupantes do veículo ligeiro de passageiros, que se terá despistado, cerca das 2:07, da madrugada desta quarta-feira.

No local estiveram 25 operacionais dos bombeiros de Nisa e GNR, incluído a brigada de trânsito e o núcleo de investigação criminal, apoiados por 11 veículos.

Os corpos das vitimas foram transportados para a morgue do hospital de Portalegre.

A estrada esteve cortada até às 6:44.

At http://www.radioportalegre.pt/http://www.dn.pt/

Mensagem de Natal do Bispo Antonino Dias

antonino_dias_portalegre_mc_agencia_ecclesia10879bc4_664x373

As festividades desta quadra de Natal centram-se na pessoa de Jesus Cristo, no Filho de Deus que se fez homem no seio de Maria Virgem. Quem nasce é o Príncipe da paz, o Salvador do mundo, o Filho de Deus, Jesus Cristo Senhor. É, pois, o Seu nascimento que festejamos, com alegria e esperança. Tudo o mais que envolve estes dias de festa há de concorrer para centralizar no essencial da Festa, a tornar maior, mais significativa, mais vivida e para que todos possam sentir-se mais motivados a anunciarem uns aos outros: “Anuncio-vos uma grande alegria … Nasceu-Vos hoje um Salvador, que é Cristo Senhor” (Lc 2, 10).

Jesus vem para que tenhamos a vida e a tenhamos em abundância (cf. Jo 10,10). Ele vem para que a Sua alegria esteja em nós e a nossa alegria seja plena (cf. Jo 15,11). Jesus vem para nos revelar que o nosso Deus é um Deus que se faz Menino, um Deus próximo, sempre presente e atento, rico em misericórdia. É um Deus que vem ao nosso encontro, se faz encontrado e nos desafia: “Vinde a mim todos vós que andais cansados e oprimidos … e aprendei de mim que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas, pois o meu jugo é suave e a minha carga é leve” (cf. Mt 11, 28-30).

O que mais e melhor podemos desejar uns aos outros em ambiente de Boas Festas é que seja Natal dentro de cada um, que façamos presépio dentro de nós, que acolhamos este Menino que vem ao nosso encontro, que nos deixemos transformar por Ele ao ponto de podermos dizer como São Paulo: “Quem poderá separar-nos do amor de Cristo? A tribulação, a angústia, a perseguição, a fome, a nudez, o perigo, a espada? … estou persuadido que nem a morte, nem a vida, nem os Anjos, nem os principados, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderão separar-nos do amor de Deus, manifestado em Cristo Jesus, Senhor nosso” (cf. Rom 8,35.37-39).

Feliz Natal para todos e que todos possam sentir, em Família, a alegria da Família de Nazaré que acolheu Jesus Menino com ternura e encanto, com simplicidade e humildade contemplativa, com gratidão e esperança, em silêncio e ação de Graças.

Feliz Natal para todos e Feliz Ano 2017.

At http://www.portalegre-castelobranco.pt/

Governo aprova mudança no sistema judiciário

ministra_justica_portugal
O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o decreto que regulamenta as alterações introduzidas à Lei da Organização do Sistema Judiciário, que vai reactivar 20 circunscrições extintas e aproximar a justiça dos cidadãos.

As alterações aprovadas em Conselho de Ministros definem o regime aplicável à organização e funcionamento dos tribunais judiciais de primeira instância e introduzem os “ajustamentos estritamente indispensáveis para assegurar a proximidade recíproca da justiça e dos cidadãos”, em dois segmentos fundamentais: no plano dos julgamentos criminais e no domínio da jurisdição de família e menores.

No final da reunião, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, salientou que, na área de Família e Menores, as alterações introduzidas aproximam a justiça de cerca de 800 mil pessoas, sendo que aproximadamente 190 mil têm uma idade até aos 19 anos.

Na área penal, as alterações aprovadas vão aproximar a justiça de cerca de 240 mil cidadãos, adiantou a ministra.

Segundo o Governo, com as alterações aprovadas “procede-se à reactivação das 20 circunscrições extintas, bem como em 23 das anteriormente denominadas secções de proximidade, nas quais voltam a praticar actos judiciais, especialmente audiências de julgamento relativas a crimes da competência do tribunal singular, refere a mesma nota.

Segundo o Governo, concretiza-se, desta forma, a “imprescindível aproximação entre o tribunal que julga a causa criminal e o local da comissão dos factos submetidos a julgamento, com ganhos evidentes também para o esclarecimento desses factos”.

At http://expresso.sapo.pt/

PS pede quotas de Natal aos militantes

ps-sede-ponte_passeiolx20130526i

“Neste período de final de ano, vimos pedir-lhe um apoio adicional ao nosso partido, através do pagamento de uma quota anual extraordinária de 12,00 € (ou um valor superior, se assim entender)”, é assim que a mensagem enviada ontem aos militantes do Partido Socialista começa.

Luís Manuel Patrão, o secretário nacional do partido para a administração lembra que o “esforço individual, conjugado com os de muitos outros camaradas, permitirá ao partido apresentar melhores contas e preparar-se para os grandes desafios eleitorais que se aproximam”, numa clara referência às autárquicas que se realizarão no próximo ano, 2017.

Este ano, o Jornal de Negócios já noticiara que o Partido Socialista se encontra em falência técnica, referindo um passivo de mais de vinte e um milhões de euros. De acordo com o Negócios, haveria “iniciativas a serem canceladas por falta de verbas” e despesas correntes (como as da água e luz) a serem asseguradas por dirigentes locais, sendo que o partido lhes pedira para assumirem esses encargos como “contribuições”.

A Comissão Permanente dos socialistas desmentiria a alegada “falência”, lançado um comunicado à imprensa que afirmava que “há uma enorme diferença entre uma situação financeira complexa e uma falência” e que o partido “está a honrar, em plenitude, os seus compromissos financeiros e iniciou mesmo, no ano corrente, um processo de amortização de dívida negociado com as instituições de crédito que permitirá uma redução sustentada do seu endividamento”.

Em setembro deste ano, o órgão do partido assumiu ainda que “mal seria que o PS não contasse, como conta e sempre contou, com o apoio dos seus dirigentes e militantes, tanto para o trabalho político como para os aspetos das despesas operacionais correntes”.

Parece que este Natal, é precisamente com esse apoio que o partido torna a contar. Com “votos de Boas Festas e cordiais saudações socialistas”.

At http://ionline.sapo.pt/