Arquivo de etiquetas: Alpalhão

Santa Casa de Alpalhão nos olhos do Mundo

Santa Casa 1

Conselhos experientes

Arranjem um companheiro para a vida”. “Aproveitem todos os momentos, não sabemos o dia de amanhã”. “Nunca se cansem de aprender”. “Trabalhem para ter alguma coisa na vida!” Essas frases parecem ter sido copiadas de um site de sabedoria popular, mas são bem mais do que isso. São lições de vida.

Neste final de semana viralizou na internet fotos de um grupo de idosos com mais de 80 anos portando cartazes nas mãos com frases de impacto como essas citadas acima. A iniciativa é da Santa Casa de Misericórdia de Alpalhão, um bairro de Nisa, na região de Alentejo, em Portugal.

No Brasil, o post foi copiado por vários perfis e alcançou milhares de pessoas. Só para dar como exemplo, a Página Razões para acreditar registrou 434 mil curtidas e 14,5 mil comentários.

Na sua página na rede social, a instituição portuguesa escreveu: “Uma geração mais experiente deixa alguns conselhos para as gerações mais jovens! Sejam felizes, vivam cada momento intensamente e coloquem muito amor em tudo o que fazem! A vida é uma benção”.

Neste início de ano, quero propor o desafio a você para que consiga seguir e vivenciar pelo menos um dos conselhos dos nossos sábios portugueses:

  • Cuidem do corpo e da alma;
  • Sejam pacientes e compreensivos;
  • Viajem a Paris;
  • Aproveitem o ar do campo!
  • E não parem nunca!

Viva mais e melhor!

At https://emais.estadao.com.br/blogs/viva-mais-e-melhor/conselhos-experientes/

Opinião: “Os caminhos de Nisa”

All-focus

Hoje foi dia de visitar o novo acesso à “velhinha” Anta dos Sarangonheiros, após não ter tido oportunidade de me deslocar a qualquer das duas inaugurações, sobre o mesmo, entretanto realizadas. Utilizando um troço da Circular Multidesportiva da Vila de Nisa, cuja recomendação para a sua criação remonta há dois mandatos atrás, via caminho do Santo António, até à recuperada, e bem, Estrada de Tolosa. Claro que se tivesse sido o meu artilheiro José Maria Tremoço a propô-la, já estaria certificada, adaptada, sinalizada, dinamizada. Para quem se recorda, propunha o nascimento de uma espécie de “dois corninhos”, um a caminho de Alpalhão, outro de Tolosa.

circular-vila-de-nisa-page-001

Mais uma vez “às escuras” (tão bom), pensei que tivessem sido criadas condições para fazer crescer a ligação a Alpalhão por terra batida, aproveitando a beneficiação de património existente, fomentando a união entre populações do concelho, o lazer, o desporto, seja via caminhada, via corrida, via trail, via Btt, via todo-o-terreno. Mas não. Ainda não identificada no Google Maps, o caminho obriga à entrada, em lomba, através da Nacional 18, o que poderá trazer algum perigo aos visitantes. Alternativa à ligação interior entre caminhos, será sempre a criação de uma ciclovia a acompanhar meia dúzia de metros da N18 até chegar ao acesso. Nas grandes urbes pretendem-se retirar os carros do meio das pessoas; por aqui tem-se dificuldade em tirar as pessoas do meio dos carros.

All-focus

Em todo o caso uma excelente beneficiação (até pelo caminho de acesso se vê a diferença entre obras feitas pela Câmara, e as das Juntas de Freguesia). Muito falta fazer neste concelho em relação a alguns caminhos públicos, que recebem desinteresse em relação à sua conservação por quem responsável, mais os outros que se apropriam e/ou destroem aquilo que não é seu, e ninguém faz nada (fica o exemplo de hoje da ligação N18 à M1176, interrompida com um pedregulho gigante de uma pedreira).

A voltinha levou a trabalhos forçados, à visita a património milenar, e a tratar do físico como se quer. Esta (mais) uma opinião construtiva, contrariando a opinião de quem possa ter a mania da perseguição, e só dê ouvidos a quem lhe lambe o rabo.

Marco Oliveira

At https://www.facebook.com/

Monte Filipe Hotel & SPA recebe certificado “Biosphere”

Monte A509BA94-3D98-4155-96BC-DD6871FBF845

Decorreu esta terça-feira, 25 de Junho, no Convento do Espinheiro, em Évora a cerimónia de entrega dos certificados “Biosphere” a 38 hotéis do território – 34 do Alentejo e 4 do Ribatejo -, os quais após avaliação ficou comprovado que cumprem requisitos obrigatórios como o desempenho do negócio, estratégia e gestão, preservação do património cultural, participação no desenvolvimento económico e social do destino, eficiência na utilização dos recursos e ambiente e satisfação do cliente.

Nesta cerimónia esteve presente a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, bem como o Presidente da Entidade Regional de Turismo, António Ceia da Silva, os representares das unidades hoteleiras e ainda vários autarcas da região.

No âmbito desta acção foi ainda renovada a certificação das 13 unidades de alojamento reconhecidas, em 2018, pela execução de boas práticas sustentáveis.

Recorde-se que o referencial adoptado pela Turismo do Alentejo / Ribatejo é a Biosphere Responsible Tourism, reconhecido pela UNESCO, OMT, Global Sustainable Tourism Council e pelo Instituto do Turismo Responsável, tendo este último organismo distinguido a ERT com o diploma da “Certificação Biosphere Alojamento”.

At https://odigital.pt/