Nisa vai encher-se de 2CV este Domingo de manhã

2cavalosg

Anúncios

Armindo Jacinto critica saída de Nisa da Naturtejo

Naturtejo 1469426296_0Já é do conhecimento público que o município de Nisa pretende sair da Associação de Municípios Natureza e Tejo – Naturtejo. Tal decisão foi aprovada em Assembleia Municipal com 12 votos a favor pelas bancadas do PS, PSD e Miconisa e nove votos contra dos deputados da CDU.

Armindo Jacinto, presidente da Naturtejo, afirmou, no sábado, não compreender a decisão do município em sair desta entidade. No entanto, segundo Armindo Jacinto, a base desta decisão está relacionada com as dívidas de Nisa com a Naturtejo.

“O processo de Nisa é um processo antigo. Nisa é um município que está em incumprimento com a Naturtejo relativamente ao pagamento. Obviamente sempre fomos tolerantes relativamente a este processo, mas Nisa entendeu que a melhor forma era sair”, explicou.

Apesar da saída, que ainda não está formalizada, Nisa vai ter de pagar a dívida. Para além disso, após a saída, o município não vai poder usufruir dos apoios de integração do território da UNESCO, nomeadamente em programas comunitários.

“Tínhamos um PROVER Alentejo e eles não vão poder beneficiar dessa estratégia que a Naturtejo fazia parte”, avançou Armindo Jacinto.

A saída do município de Nisa da Naturtejo não vai implicar a área classificada que se estende naquele território, “até porque há outros sócios que estão perfeitamente integrados e pretendem manter-se”.

“Nisa levou o processo à Assembleia Municipal, agora vai-nos comunicar essa saída. O município é que vai sair da Naturtejo, porque o território continua classificado até à próxima avaliação, onde podem entender que no território de Nisa nenhuma entidade faz um trabalho de preservação e podemos propor a sua exclusão”, esclareceu o presidente da Naturtejo.

Armindo Jacinto, que se mostrou contra esta decisão, acrescentou ainda que este é “um ato que com eles ficam”.

At http://diariodigitalcastelobranco.pt/

Assembleia Municipal de Elvas aprova milhões para Central Fotovoltaica

amaraleja_central fotovoltaica 1

Cerca de 25 a 30 milhões de euros vão ser investidos numa área de 50 a 60 hectares na Herdade do Falcato, entre Elvas e a Ponte da Ajuda, para a instalação de um parque fotovoltaico.

A Central Fotovoltaica de Elvas I e II (19 megawatts) será capaz de produzir energia eléctrica correspondente ao gasto de uma cidade com 35 mil habitantes.

A Assembleia Municipal de Elvas aprovou, por unanimidade, reconhecer o projecto de interesse público municipal.

At http://www.linhas.pt/

Arranca amanhã a Feira Franca de Avis

Avis Feira_Franca_2016_Programa_Large

A Feira Franca de Avis vai realizar-se nos dias 29, 30 e 31 de Julho no Parque de Feiras e Exposições, dando seguimento à habitual mostra regional de artesanato, cultura, turismo e lazer do concelho alentejano. A iniciativa é dinamizada pelo Município em colaboração com as freguesias e uniões de freguesias, associações e colectividades locais.

Para além do plano musical, um dos momentos mais aguardados do certame, a Feira Franca de Avis, sempre apostada numa envolvente económica e interagindo, de forma dinâmica, com a comunidade residente, com o turismo e com os agentes culturais, leva ainda a todos os visitantes actividades desportivas, exposições, mostra de artesanato e tasquinhas, sendo, este ano, complementada com a edição de um Passe Feira Franca ou “Passe FF”, de acesso aos três dias de espectáculos, ao Parque de Campismo da Albufeira do Maranhão e às Piscinas Municipais.

Recorde-se que a entrada dos visitantes no Recinto do Parque de Feiras e Exposições terá um custo simbólico de 3€, montante que reverterá, na totalidade dos três dias de Feira, para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Avisenses e para a Santa Casa da Misericórdia de Avis. Exceção feita aos portadores do Cartão do Jovem Munícipe e do Passe Social, a quem a Autarquia garante o desconto de 50% no acesso a iniciativas por si promovidas, pelo que a estes apenas será exigida importância de 1,50€.

At http://www.linhas.pt/http://www.cm-avis.pt/

Já começou a Volta acima do Tejo em bicicleta

Sporting cycle

78.ª Volta a “Portugal” em Bicicleta

(só a etapa de Setúbal desce abaixo do Rio Tejo)

27 de julho de 2016 – Prólogo

Partida: Oliveira de Azeméis – 12:30
Chegada: Oliveira de Azeméis – 17:29
Distância: 3,6 km
(…)

07 de agosto de 2016 – CRI – 10.ª Etapa

Partida: Vila Franca de Xira – 14:00
Chegada: Lisboa – 17:25
Distância: 32 km

Portugal não sujeito a sanções pela Comissão

Comissão Europeiagroup2_0

A linha dura da Comissão Europeia saiu derrotada da reunião desta quarta-feira do colégio dos comissários.

Portugal não será sujeito a qualquer sanção por parte da Comissão Europeia. A decisão de Bruxelas foi conhecida esta quarta-feira.

Agora é a vez do Ecofin, o conselho de ministros das Finanças dos 27, aprovar a proposta de multa de Bruxelas, que no dia 12 de Julho concordou que Portugal e Espanha não teriam tomado medidas orçamentais suficientes para corrigir o défice depois da reunião de final de Junho.

Portugal e Espanha estavam sujeitos a uma multa de até 0,2 % do PIB. A Comissão apresentou na segunda-feira três opções: o cancelamento do processo de sanção (a hipótese preferida pelo comissário Pierre Moscovici), a multa máxima e uma multa reduzida proposta pelo vice-presidente Valdis Dombrovskis.

De acordo com o jornal espanhol “El País”, esse número foi considerado um castigo demasiado pesado. A linha dura da Comissão Europeia saiu derrotada da reunião desta quarta-feira do colégio dos comissários.

Em contrapartida, diz o “El País”, Bruxelas estabelece novas metas fiscais muito difíceis para Espanha e Portugal: 4,6% do PIB este ano , 3,1% em 2017 e 2,2% em 2018.

A Comissão vai ainda reforçar a monitorização a contas públicas com relatórios trimestrais e exige um orçamento de austeridade para 2017.

At http://24.sapo.pt/