Arquivo de etiquetas: Termas

Termas da Fadagosa/Nisa: época começa amanhã

TermasdeNisa

Anúncios

A pouca vergonha das políticas de incentivo ao progresso do interior

Autoestrada_A23-b.svg

As autoestradas do interior foram as que mais renderam em portagens nos primeiros três meses do ano. As duas ex-Scut das Beiras (A23 e A25) e a do Interior Norte (A24) geraram receitas de 26,2 milhões de euros de janeiro a março.

Ao todo, a Estradas de Portugal (EP) ganhou 76,3 milhões de euros em portagens neste período, sendo que as ex-Scut foram responsáveis por 70% deste valor. Ou seja, as vias do Interior são responsáveis por quase um terço da receita.

As duas vias mais rentáveis foram a A25 (Aveiro/Vilar Formoso) e a A23 (Torres Novas/Guarda), com receitas de 11,5 e 10,5 milhões de euros, respetivamente. Além do número de veículos, também o tipo de tráfego terá sido decisivo para esta elevada rentabilidade.

At http://www.jn.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=4520547 e http://maladeporao.blogspot.pt/2010/07/foi-ha-publicada-na-pagina-electronica.html

As Termas de Nisa, na RTP, sem rentabilidade (min. 10)

termashttp://www.rtp.pt/play/p1754/e191534/portugal-em-direto

Com a participação do Hotel Monte Filipe, Tapada das Safras e Junta de Freguesia de Alpalhão.

“Contactada pela RTP a autarca de Nisa diz que para já não quer prestar qualquer declaração sobre este assunto. Aliás, do seu gabinete fomos informados que a data nem é oportuna.” – RTP

Restaurante “O Chaparro” / Monte Filipe certificado

monte-filipe-hotel-galleryimg_1056

A Turismo do Alentejo / Ribatejo entregou dia 4 de Março, mais 28 certificados aos restaurantes do território, mais concretamente dos distritos de Évora e Portalegre.

Valorizar o receituário e os produtos do Alentejo, garantir a qualidade do serviço dos restaurantes, prestar informação de excelência aos turistas sobre a gastronomia e produtos endógenos, e consolidar o produto turístico gastronomia e vinhos são os objectivos principais da certificação, um processo integrado no projecto “Alentejo Bom Gosto”.

Factores como a decoração, o ambiente ou o serviço, assim como a apresentação de uma ementa constituída, maioritariamente, por pratos tipicamente alentejanos ou uma carta de vinhos, entre outros, são igualmente decisivos no processo de certificação.

Até ao momento, o Alentejo conta já com cerca de 50 restaurantes certificados, espalhados pela região. Em breve, vão ser certificados mais restaurantes, localizados no Baixo Alentejo e Litoral Alentejano.

“O Chaparro” / Hotel Monte Filipe em Alpalhão recebeu certificação ao lado de restaurantes como o “Solar do Forcado” e o “Tomba Lobos” em Portalegre, o “Páteo Real” em Alter do Chão“A Estalagem” em Arronches, a “Tasca do Montinho” em Avis, o “Hotel Santa Beatriz” em Campo Maior, o “D. Pedro V” em Castelo de Vide“O Sever” em Marvão ou o “Olivença” em Ponte de Sor.

Mapa Turístico EUROACE apresentado na BTL

Euroace01

As três regiões que a conformam -Alentejo, Centro e Extremadura- apresentaram em sociedade um mapa que reúne os seus atrativos turísticos sem atender a fronteiras e onde se cruzam praias com o património histórico, a riqueza natural e a gastronomia e o vinho.

O projeto de criar um mapa conjunto nasceu em 2010 e vê agora a luz com a impressão de 4.000 exemplares que pretendem mostrar “a complementaridade” da oferta graças à aliança assinada pelas três regiões, que pretendem vender-se como um destino único.

Durante o ato de apresentação, o representante do Governo da Extremadura lembrou que as três regiões tiveram 4,5 milhões de visitantes no ano passado – 9% mais que em 2013 -, dos quais 1,3 milhões eram estrangeiros.

As três regiões contarão nos próximos anos com 7 mil milhões de euros procedentes de fundos de coesão europeus, o que, somado às suas infraestruturas e aos seus recursos naturais, lhe permitirão desenvolver “uma proposta turística competitiva e distinta, que se diferencie do resto no mercado internacional”.

O plano elaborado pela Euroace apresentado hoje recolhe diferentes rotas turísticas além fronteiras (Rota do Património da Humanidade, Rota da Água, Rota Verde, Rota dos Castelos e Rota Birding), detalha os pratos e comida típicos de cada zona, além de incluir uma detalhada agenda com atividades programadas ao longo de 2015.

A eurorregião, iniciativa surgida em 2009, ocupa uma extensão de 92.500 quilómetros quadrados e conta com uma população de aproximadamente 3,3 milhões de pessoas.

At http://www.efe.com/efe/noticias/portugal/estremadura/extremadura-promove-lisboa-junto-regi-portuguesas-euroace/6/60019/2546525

Começa hoje a BTL 2015 e Nisa estará presente

Foto: Maria Helena Pires
Foto: Maria Helena Pires

O Alentejo é o destino convidado da BTL 2015, que irá decorrer de 25 de fevereiro a 1 de março, na FIL e a Câmara Municipal de Nisa associa-se a este grande evento internacional que pretende afirmar, promover e atrair mais visitantes ao território.

A participação nisense inclui prova, degustação e venda de produtos endógenos (queijo, mel, enchidos, licores e vinhos) apresentação de serviços (termas, percursos pedestres), mostra do artesanato (olaria, feltros, alinhavados) culminando, no dia 1 março, pelas 13h00, com a exibição de um grupo infantil que fará uma demonstração das danças e cantares do concelho de Nisa e dos trajes tradicionais de inigualável beleza e riqueza em toda a região.

At http://www.cm-nisa.pt/

Novo Projeto “Por Terras Raianas” na FITUR / Madrid

Decorreu, na passada quinta-feira, 29 de Janeiro, uma acção de promoção do projecto de cooperação transfronteiriça “Circuito Turístico Por Terras Raianas”, na FITUR – Feira Internacional de Turismo de Madrid.

Esta acção serviu também para apresentar publicamente o portal de Internet do Circuito Turístico Por Terras Raianas (http://www.porterrasraianas.com/pt/) e uma nova aplicação para telemóvel que facilita a interpretação cultural e natural da região.

Os municípios portugueses que integram o Circuito são Idanha-a-Nova (na Beira Baixa), Marvão, Castelo de Vide, Campo Maior e Estremoz. As localidades espanholas são Coria, Alcántara, Valencia de Alcántara, Olivenza, Alburquerque, Barcarrota e Jerez de los Caballeros.

At https://www.facebook.com/MunicipioIdanhaNova

Comité das Regiões atribui prémio europeu a região ou município mais empreendedor

lisboa

O Comité das Regiões volta a lançar o prémio Região Empreendedora Europeia que irá premiar a região ou município mais empreendedores do velho continente.

As candidaturas estão abertas até ao dia 16 de março de 2015 e podem candidatar-se “qualquer região ou município da UE, independentemente da sua dimensão ou nível económico, que tenha uma estratégia empresarial de excelência e orientada para o futuro”. As estratégias ou projetos mais bem-sucedidos, visionários e promissores serão recompensados e acompanhados ao longo dos próximos dois anos.

Na edição deste ano do prémio, Lisboa foi distinguida – juntamente com a Irlanda do Norte (Reino Unido) e Região Valenciana (Espanha) – pela estratégia desenvolvida para fomentar o empreendedorismo e executar políticas europeias fundamentais como a chamada Lei das Pequenas Empresas (Small Business Act) e a Estratégia Europa 2020 para o crescimento e o emprego. No caso de Lisboa, com a criação de uma rede de incubadoras permitiu gerar 260 novas empresas, “muitas delas na área da inovação”, e cerca de 30% das quais de capital estrangeiro, para sustentar que é possível passar das palavras aos actos e “reagir positivamente nesta época de crise” (António Costa).

At http://www.dinheirovivo.pt/Emprego/Conselhos/interior.aspx?content_id=4193309