João Vitorino deixa a A. D. de Mação, após vencer o distrital de Santarém

Joao Vitorino ADM_TREINADOR-1

José Torcato, ex Alcanenense, 50 anos de idade e uma vasta experiência como treinador no Campeonato de Portugal é o novo treinador da AD Mação para a época de 2018/2019, substituindo no cargo o técnico João Vitorino.

Treinador e clube chegaram a acordo e a equipa técnica de José Torcato será completada pelos Treinadores Adjuntos Alexandre Coutinho e Francisco Correia, anunciou o clube de Mação, presidido por João Espírito Santo.

A direção da Associação Desportiva de Mação, atual campeã distrital da AF Santarém e que vai disputar na próxima época o Campeonato de Portugal, agradeceu na sexta-feira, dia 25 de maio, todo o trabalho e dedicação do mister João Vitorino e da sua equipa técnica ao clube e anunciou a não continuidade do técnico campeão.

“Infelizmente a realidade da próxima época e as condições exigidas, fizeram com que a direção e o mister João Vitorino não tenham conseguido chegar a acordo para a sua continuidade, como era a intenção da direção. Por isto, é com alguma tristeza que anunciamos que o mister João Vitorino não aceitou as condições apresentadas para ser o treinador da nossa equipa sénior na época 2018/2019”, pode ler-se na informação veiculada pelo clube maçaense.

“Fazem parte de um dos momentos mais bonitos da história do clube e vão ficar para sempre eternizados na mesma. O nosso profundo e eterno agradecimento por tudo o que esta equipa técnica fez pela nossa instituição, vão ser sempre parte de nós, vão ser sempre os nossos Campeões”, acrescenta a mesma publicação de sexta-feira.

Ontem, sábado, João Vitorino e todo o staff da AD Mação foram homenageados pela autarquia pelo título de campeões e pela subida de divisão e, já este domingo de manha, a direção do clube anunciava um novo treinador para a próxima época, onde o objetivo principal será a permanência nos campeonatos nacionais.

Contactado pelo mediotejo.net, pouco antes da cerimónia de sábado, João Vitorino disse que houve diálogo com o presidente mas que não se chegou a consenso. “Foi uma decisão tomada por duas pessoas com caráter e visões diferentes. Não houve consenso e sou um treinador livre”, afirmou, não sem antes dizer que sai de Mação como “mais um adepto maçaense”.

“Agradeço a todos os sócios, jogadores e diretores e é um ciclo que termina, tendo sido um enorme orgulho representar o Mação. Sou mais um maçaense e saio de cabeça levantada e consciência de dever cumprido. Desejo ao Mação toda a sorte do mundo”, concluiu o  mister Vitorino.

At http://www.mediotejo.net