Opinião: “O buraco é mais abaixo!”

Ricardo Castanheira 15267983_10209372494282906_3457833579437597880_nO referendo sobre a Garraiada na Associação Académica de Coimbra é uma ficção. Votaram apenas 6000 estudantes das dezenas de milhar que compõe o universo eleitoral. Qual a legitimidade deste resultado poder-se-ia perguntar?!..

Mas o essencial de tudo isto é que quem vota são sempre os mesmos – regra geral sindicatos eleitorais organizados – uma minoria que aproveita do desinteresse e do silêncio da esmagadora maioria. Neste caso, trata-se acima de tudo de compreender o alcance da Garraiada no âmbito de uma tradição académica que a Coimbra (e não ao resto do país) diz muito.

Se querem terminar com esta parcela da Queima deveriam, por maioria de razão, e não invocando os direitos dos animais (que isso é outra estória), propor-se acabar com o resto, porquanto o Cortejo virou uma fantochada sem sentido crítico (desconhecem que “a bebedeira há que ser idealista”); os Bailes um desfile de mau gosto; o fado perdeu para o Hip Pop; as noites do Parque transformadas em “rave parties” e, pelo caminho, perdeu-se o Amor à Briosa e a tudo quanto significa estudar em Coimbra.

Em suma, esta decisão de uma minoria organizada contra as tradições coimbrãs é contra a memória e contra a história de Coimbra. Ao perder-se isto a rapaziada pode ir estudar para Lamego ou para as Caldas que o resultado é o mesmo.

Ricardo Castanheira

At https://www.facebook.com/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s