Primeiro-ministro em Nisa e Ponte de Sor esta Sexta

António Costa Cz5b9LlXgAAFGTF

O primeiro-ministro António Costa inaugura no próximo dia 28 de abril, às 11h00, o Pólo Industrial Tekever, dedicado a alta tecnologia aeronáutica e aerospacial, em Ponte de Sor, no Alto Alentejo. Neste espaço nasce o centro de desenvolvimento, produção e testes de drones (aviões não-tripulados) de grandes dimensões da Tekever, praticamente dedicados ao mercado internacional.

Prevê-se que o primeiro modelo a ser produzido no local será o AR5, um drone de grande envergadura (4,8 metros) e 150 kg. Esta aeronave foi desenvolvida, entre outras, para operações de busca e salvamento, vigilância e patrulha marítimas.

Do programa, que se inicia às 15h00 em Nisa, consta a visita ao Centro Escolar, com descerrar de placa na biblioteca escolar em homenagem ao Professor José Tomás Bruno e outra alusiva à visita do Senhor Primeiro-Ministro António Costa aquela infra-estrutura educativa.

Às 16 horas, na freguesia de Santana, no edifício da antiga escola primária do Monte do Duque, o Senhor Primeiro-Ministro irá inaugurar o Centro Interpretativo do Conhal – um imóvel totalmente remodelado e apetrechado com as mais modernas tecnologias para acolher todos os visitantes do “Conhal do Arneiro”, uma área arqueológica superior a 90 hectares, classificado como Monumento Natural pelo ICBN-Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade, na margem esquerda do Tejo.

At http://www.tribunaalentejo.pt/http://www.cm-nisa.pt/

Um pensamento em “Primeiro-ministro em Nisa e Ponte de Sor esta Sexta”

  1. “Se eu fosse político:
    – Sem deixar de ser um militante disciplinado, jamais deixaria de levar para a discussão interna do meu partido as minhas convicções, os meus valores, a minha consciência.

    – Não ligaria nenhuma a mexeriqueiros, maldizentes e coscuvilheiros.

    – Não teria vergonha de reconhecer as boas ideias da oposição e de as pôr em prática, sabendo felicitá-la por isso.

    – Privilegiaria o contacto com as populações. Para me explicar, mas sobretudo para ouvir e aprender. O povo é uma universidade aberta.

    – Não conseguiria dormir no dia em que a consciência me acusasse que havia sido refém de interesses de lobbys e dos grandes grupos económicos ou de corruptos.

    – Exigiria absoluta transparência nos concursos públicos, mesmo que isso me custasse a deserção, a antipatia e a maledicência de apaniguados, engraxadores, seguidores ou familiares.

    – Preferiria os colaboradores frontais e servidores da causa pública aos subservientes, lambe-botas e interesseiros.

    – Procuraria servir a TODOS, mas daria especial atenção a jovens, famílias, desempregados e velhos.

    – Não alimentaria o “choradinho nacional” e a dependência. Procuraria ser um servidor da esperança, estimulando a capacidade criativa e reconhecendo o mérito empreendedor.

    – Não alinharia em floreados, mas preocupar-me-ia a fundo em rasgar projectos que levassem mais rapidamente as pessoas ao futuro.

    – Jamais hipotecaria o futuro das novas gerações em favor das minhas conveniências políticas actuais.

    – Não faria promessas que sabia que não podia cumprir, não criaria ilusões fáceis, mas seria frontal, seguindo a máxima do povo: “Onde está o sim, está o não.”

    – Não encharcaria os ouvidos das pessoas com palavras vazias de conteúdo para as entreter. Tentaria sempre que o conteúdo fosse mais forte do que as palavras.

    – Suscitaria o debate, a cidadania, a participação, no respeito absoluto pelas ideias dos outros. Jamais me passaria pela cabeça criar qualquer discriminação fundada na cor partidária.

    – Seria determinado, mas não obcecado. Muito menos autista e prepotente.

    – Não venderia a minha consciência ao diabo por causa de um voto.

    Utopia? Admito.
    Perderia as eleições? Aqui já duvido. O povo está farto de politiqueiros. Quer políticos a sério.”
    http://asasdamontanha.blogspot.pt/2009/09/se-eu-fosse-politico.html

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s