Alqueva vai ter água 33% mais barata

alqueva-925x578

Depois de reivindicações dos agricultores, os preços da água do regadio do Alqueva vão sofrer uma redução entre 20% a 33%, dependendo do tipo de fornecimento no terreno.  À margem da reunião do Conselho de Acompanhamento do Regadio, onde esteve presente o Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, o governante irá anunciar a nova medida e a revogação à lei em vigor, revelou o“Diário de Notícias”.

Ao que apurou o jornal, para os agricultores que dependem da infraestrutura principal da barragem alentejana, o preço do fornecimento em alta pressão vai ser de 0,0590 euros por metro cúbico, o que representa menos 20% face à tarifa anterior (0,0736/m3). Relativamente ao preço do fornecimento de baixa pressão, vai fixar-se, com as mais recentes alterações, em 0,032 euros, uma redução de 33% comparativamente ao preço que estava estipulado.

Recentemente, a gestora da barragem do Alqueva, a EDIA – Empresa de Desenvolvimento de Infraestruturas do Alqueva – aumentou o capital social em 13,9 milhões de euros no passado dia 2 de março. Segundo um comunicado enviado à CMVM, a operação processou-se através de uma emissão de 2.783.086 ações nominativas, no valor de cinco euros cada, a subscrever e realizar pelo Estado acionista português, em numerário.

Tejo Internacional com projecto piloto