Demência poderá ajudar a “Albergaria de Nisa”

O Município de Nisa quer instalar no edifício da Albergaria da Penha do Tejo, localizado junto ao Fratel, uma Unidade de Demências, dando assim utilidade a uma infra-estrutura que se encontra actualmente ao abandono.

«O município sinalizou esta infra-estrutura como tendo um potencial elevado e ajustado para o desenvolvimento, naquele local, de uma unidade de cuidados direccionados para as demências e para as deficiências», revela ao nosso jornal Idalina Trindade que justifica esta solução como sendo uma forma de colmatar o tratamento deste tipo de doenças. «Faria todo o sentido que ali se pudesse desenvolver uma unidade desta natureza. Sabemos que, cada vez mais, as doenças degenerativas como o Alzheimer acontecem numa idade mais precoce e as respostas, quer ao nível da Europa quer ao nível do nosso País, não correspondem às necessidades», frisa a edil.

Depois da sinalização, a autarquia espera agora se vai ter sucesso com a inclusão desta infra-estrutura no mapeamento da Segurança Social que vai solucionar uma situação, que segundo a edil, «constitui do ponto de vista daquilo que é a gestão da coisa pública uma aberração a vários níveis».

Caso esta solução não tenha acolhimento por parte das autoridades competentes, Idalina Trindade admite que a solução poderá passar, «no limite», por alienar o edifício.

Completamente ao abandono, o edifício onde funcionou, ainda que por um curto período de tempo uma unidade hoteleira, foi alvo de vários actos de vandalismo. Depois do seu encerramento, a infra-estrutura voltou para as mãos da Câmara.

Facto relevante é que esta obra atravessou três quadros comunitários e está dotada de um restaurante, uma sala de congressos, zonas de alojamento e ainda piscinas para crianças e adultos, que nunca foram inauguradas, encontrando-se tudo destruído.

At http://www.jornalaltoalentejo.com/

4 opiniões sobre “Demência poderá ajudar a “Albergaria de Nisa””

  1. Nada melhor que campanha eleitoral , senão vejamos .Nunca nenhum município poderá executar tal obra.É possível se assim o entender e com o apoia da Assembleia Municipal arranjar parecerias com alguma IPSS (Santa Casa,Lar, Centro de Dia )do Concelho e com projectos e fundos comunitários .Senão vejamos: Quem depois coloca lá o pessoal e lhe paga?Como consegue o Município gerir o mesmo ou cria uma empresa municipal? Cuidado com as PROMESSAS EM ANO DE ELEIÇÕES::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

    Gostar

  2. O auto-retrato perfeito:

    «constitui do ponto de vista daquilo que é a gestão da coisa pública uma aberração a vários níveis».

    Ninguém o diria melhor!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s