Concurso para ligação ferroviária ao Caia (Elvas) vai ser lançado em Março

caia-elvas-localiza-linha-001-680x224
O concurso para a ligação ferroviária ao Caia vai ser lançado em março do próximo ano, anunciou o primeiro-ministro António Costa, esta segunda-feira, dia 19, em Sines.

O anúncio foi feito no decurso da apresentação do Plano Estratégico para o Aumento da Competitividade Portuária que prevê captar um investimento total de dois mil e quinhentos milhões de euros.

Com este concurso o governo quer assegurar a ligação ferroviária do porto de Sines ao interland ibérico, melhorando assim a competitividade do país no que respeita a este setor, tornando as ligações mais rápidas ao país vizinho, assim como ao resto da Europa

Câmara de Gondomar apoia fixação de jovens

gondomar-reuniao_cmg_1_473_1000

A Câmara Municipal de Gondomar deliberou, hoje de manhã, por unanimidade, na sua última reunião deste ano, a redução do pagamento das taxas que venham a ser liquidadas no âmbito da edificação de um imóvel para habitação própria. Este é o primeiro caso concreto de apoio à fixação de jovens do Concelho, após a alteração do Regulamento e Tabela de taxas e Licenças do Município de Gondomar.

A situação reporta-se a um casal que pretende edificar em Gondomar um imóvel destinado a habitação própria do seu agregado familiar, comprometendo-se a manter o destino do imóvel por um prazo de 10 anos, pelo que as taxas que venham ser liquidadas no futuro processo de edificação serão reduzidas até 30%.

At https://www.cm-gondomar.pt/

Nisa é dos concelhos com menor retenção escolar

centro-escolar-nisa-dscn2230
À exceção de Bragança, o Norte do País é a região que apresenta taxas de reprovação menos elevadas, com valores abaixo da média nacional.

Faro é o distrito do País com a taxa de retenção global no ensino secundário mais elevada (25%), seguido de Bragança e Setúbal, ambos com 24%, revelam dados do Ministério da Educação que agregam quatro anos letivos (2011/12 a 2014/15). Lisboa e Setúbal, ambos com taxas de 23%, fecham o top 5.

Já os distritos com menos reprovações ficam todos no Norte. Viana do Castelo lidera, com uma taxa de retenção de 16%, seguido de Aveiro, Braga e Porto, todos com 18%.

Já olhando para a taxa de retenção por concelho, é no Alentejo que se verificam os valores mais elevados. Alter do Chão lidera a lista, com 34% de retenções, seguido de Campo Maior, com 33%. Ambos os concelhos estão situados no distrito de Portalegre, onde também se localiza um dos concelhos com uma das taxas de retenção mais reduzidas. Trata-se de Nisa, onde apenas 14% dos alunos do secundário reprovaram nos quatro anos letivos em análise, sendo o 10º município do País com menos chumbos.

Nisa fica a apenas 39 quilómetros de Alter do Chão, mas tem uma taxa de retenção que é menos de metade da do quase vizinho – pelo meio existe apenas o concelho do Crato. Mogadouro (33%), Amadora (32%) e Mação (32%) fecham o top 5 dos concelhos com mais chumbos. Já os concelhos do País onde menos se reprova no secundário são Armamar (taxa de retenção de 7%), Constância (8%), Sobral de Monte Agraço (12%), Entroncamento (12%) e Soure (13%).

Em termos nacionais, a taxa de retenções, apenas para o continente, é de 21%. Ou seja, um em cada cinco alunos portugueses chumbou no ensino secundário relativamente aos quatro anos letivos que foram alvo de análise.

At http://www.cmjornal.pt/

Bem imóvel em processo judicial à venda em Nisa

imovel-3752337796-bem-imovel-em-processo-judicial

Processo judicial: 85/12.7TBNIS
Bem para venda: Prédio urbano sito em Estrada das Amoreiras, Lote 2, actual União de Freguesias de Espirito Santo, Nossa Senhora da Graça e São Simão, concelho de Nisa, descrito com o n. 629/19910916 da Conservatória do Registo Predial e inscrito na matriz sob o art. 2501. do respectivo Serviço de Finanças.
Área total do imóvel: 696 m2.

É fiel depositária do bem a executada Maria Gabriela Pereira Menino Tsukamoto, sendo a mesma obrigada a mostrar o bem a quem pretenda visualizá-lo, nos termos do Art. 818. do Código de Processo Civil.

Existe lugar ao pagamento de IMT e Imposto de Selo.

Caso esteja interessado na compra do bem, deverá apresentar a sua melhor proposta por escrito, para os contactos abaixo indicados, indicando:
-a identificação do número de processo judicial;
-a identificação do comprador (nome, morada, NIF);
-valor a oferecer.

Valor base para venda: 85% de 211.765,00 Euros (duzentos e onze mil, setecentos e sessenta e cinco euros).
Poderá apresentar proposta de valor inferior ao anunciado para venda, sendo a mesma levada à consideração das partes, nos termos do Art. 821. N. 3 do Código de Processo Civil.

Serão aceites propostas até ao dia 20 de Dezembro de 2016 pelas 14:15 horas, dia em que se procederá à abertura das mesmas.

A Agente de Execução com a cédula profissional 4461
Carla Franco Pereira
Rua António José Couvinha n. 43, 2. esq.
7005-296 Évora

At http://www.custojusto.pt/

Primeiro-ministro estará em Ponte de Sor, amanhã

antonio-costa-ng6700346

O Primeiro-Ministro estará em Ponte de Sor no próximo sábado, dia 17 de dezembro, para inaugurar as obras de requalificação do Largo Marquês de Pombal (Largo da Igreja). As cerimónias estão agendadas a partir das 15h00.

Após as intervenções do Presidente do Município de Ponte de Sor, Hugo Hilário e do Primeiro-Ministro da República Portuguesa, a Igreja Matriz acolhe os concertos do Coral Polifónico de Ponte de Sor e do Coro Polifónico da Sociedade Filarmónica 1º de Dezembro de Montijo. Seguir-se-á um espetáculo de fado com a fadista e escultora Cristina Maria, autora da escultura que, doravante, adorna o Largo Marquês de Pombal e que também será inaugurada na ocasião. Estão, ainda, previstas outras animações e surpresas para esta tarde de sábado.

At https://www.facebook.com/ / Jornal Ecos do Sor

Já há Balcões da Inclusão em todos os distritos

balcao-inclusao_397554_20161215084743

Todos os distritos do país têm, a partir de hoje, um Balcão da Inclusão, destinado sobretudo às pessoas com deficiência, com a inauguração de Portalegre e Castelo Branco, sendo que os sete balcões-piloto receberam já quase 6 mil atendimentos.

Hoje, a secretária de Estado para a Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, inaugura, às 14:00, o Balcão da Inclusão de Portalegre e, às 16:00, o de Castelo Branco, completando assim a rede de balcões em todos os 18 distritos de Portugal Continental, todos eles a funcionar nos centros distritais da Segurança Social.

Os primeiros seis balcões foram inaugurados em finais de abril, tendo começado a funcionar nos centros distritais da Segurança Social de Lisboa, Porto, Setúbal, Faro, Viseu e Vila Real, além de um outro que já funcionava no Instituto Nacional de Reabilitação (INR), em Lisboa.

Em declarações à agência Lusa, a secretária de Estado explicou que depois dos primeiros balcões-piloto, a rede de balcões começou a ser alargada na segunda-feira, com a abertura de mais 10.

De acordo com Ana Sofia Antunes, foram feitos 5.813 atendimentos nesses sete balcões, no período de sete meses, entre o dia 01 de maio e 30 de novembro, o que, para a governante, mostra que a criação do Balcão da Inclusão revelou ser “uma aposta acertada”, cuja falta era sentida pelas pessoas com deficiência e pelas suas famílias.

Por outro lado, revelou que, já a partir de janeiro, esta resposta será alargada graças a uma parceria com as autarquias, que vai permitir abrir Balcões da Inclusão em vários serviços municipais de atendimento ao público.

At http://www.dnoticias.pt/

Já abriu o Hard Rock Cafe no Porto

A espera foi longa mas terminou no domingo, 20 de novembro: o Hard Rock Cafe começou finalmente a receber os primeiros clientes no segundo espaço da marca em Portugal, instalado num edifício histórico da Baixa, na Rua do Almada.

O anúncio da abertura chegou em março deste ano e previa a inauguração para o verão, mas só em setembro é que foi possível espreitar os primeiros detalhes. A Rock Shop, onde são vendidas as famosas t-shirts, foi o primeiro espaço a receber clientes. Foram precisos mais dois meses para que o bar e restaurante do Hard Rock ficassem prontos.

Dos seis pisos do edifício, apenas três estão abertos ao público. No rés-do-chão encontra a loja e o bar. Nos pisos superiores encontra a zona de restauração, onde também foi instalado um pequeno bar, sobre recriações do típico azulejo português. Na carta, a oferta não é muito diferente do espaço lisboeta, com uma honrosa e orgulhosamente tripeira exceção: a francesinha (14,45€).

Na boa tradição dos Hard Rock de todo o mundo, as paredes estão cheias de objetos de colecionador que pertenceram às grandes estrelas da música. Tanto encontra um par de sapatos de Joe Perry, o célebre guitarrista dos Aerosmith, como uma das botas usadas por Madonna em “Desesperadamente Procurando Susana”, de 1985. Mas há mais: uma guitarra dos Megadeth, um baixo em pedaços de Nikki Sixx dos Mötley Crüe, entre muitas outras relíquias de Courtney Love, Billy Joel, Kiss, ZZ Top e, inevitavelmente, do rei do rock & roll, Elvis Presley.

O novo Hard Rock Cafe vai estar aberto todos os dias da semana, com o restaurante a funcionar das 12h à 1h. O bar começa a servir bebidas às 11h e prolonga o serviço até às 2h. Se apenas quiser levar para casa uma t-shirt, a loja funciona das 10h à 1h.

At http://nit.pt/

Presidente da Assembleia Municipal de Moncorvo vota contra o orçamento

torre-de-moncorvo-camara
O presidente da Assembleia Municipal de Torre de Moncorvo votou contra o orçamento da autarquia para 2017.

José Mário Leite, do PSD, o mesmo partido do executivo, não concorda com a proposta orçamental para o próximo ano porque está contra o grande aumento nas comparticipações que o município faz para a Associação de Municípios do Douro Superior.

O representante do órgão autárquico refere que não ficou satisfeito com as explicações apresentadas para justificar o aumento das transferências. . “O que me disseram é que se devia à necessidade de pagar dívidas. Isto é uma situação estranha, que eu não entendo, porque a dívida do município de Moncorvo à associação de municípios teria sido saldada do início de 2014, para o qual foi contraído um empréstimo e cujo serviço da dívida rondará os 70 a 80 mil euros ano”, critica o presidente da Assembleia Municipal, para quem esta comparticipação é “exagerada”.

Contactado pela Brigantia, o presidente da câmara municipal, Nuno Gonçalves, recusou-se a comentar “votações feitas por membros da Assembleia Municipal, ainda mais quando a votação se ficou a dever exclusivamente a uma parte do orçamento que tem a ver com a associação de municípios” e remete qualquer esclarecimento para o secretário executivo da Associação de Municípios do Douro Superior.

Nuno Trigo reconhece que o valor de transferências previstas do município para a associação tem vindo a aumentar. E explica que “a verba reflecte o pagamento da gestão dos resíduos sólidos urbanos e também contempla os compromissos relativos a um empréstimo da Câmara de Moncorvo para saldar dívidas com a associação de municípios”.

Nuno Trigo adianta ainda que os valores do orçamento de Moncorvo, no que respeita à AMDS, “contemplam ainda verbas relativas às candidaturas conjuntas por parte da associação em nome dos cinco municípios, ao Portugal 2020”.

At http://brigantia.pt/