PS propõe Correia da Luz à Câmara de Portalegre

crato-maxresdefault

O PS de Portalegre anunciou hoje ter endereçado o convite ao socialista José Correia da Luz para encabeçar a lista do Partido Socialista à Câmara de Portalegre nas eleições autárquicas de 2017.

Em comunicado, o PS de Portalegre refere que o atual presidente da Câmara do Crato, “corresponde às exigências e à ambição que o cargo de presidente da Câmara de Portalegre encerra”, acrescentando que “a experiência, o conhecimento e a sua energia dão as garantias bastantes para o sucesso eleitoral, mas mais que isso, dão a certeza de um mandato com rumo, estratégia e concretizações”.

O PS Portalegre mostra-se ainda “convicto que Correia da Luz “possui o perfil indicado para liderar uma candidatura que devolva o estatuto e dignidade a uma capital de distrito que tanto tem perdido essa capacidade de liderança distrital nos últimos mandatos autárquicos”.

Em declarações a esta estação emissora, Correia da Luz mostrou-se “muito feliz e honrado” com o convite do PS de Portalegre que disse ainda não lhe ter chegado oficialmente.

O atual presidente da Câmara do Crato referiu que vai “avaliar a proposta e pedir algum tempo para tomar uma decisão”, contudo asseverou que “se concluir, em convergência com os socialistas, que o seu perfil corresponde aos anseios da cidade, para que possa trazer algo de novo e para melhor”, não deixará de dar “uma resposta plausível com esse sentimento”.

At http://www.radioportalegre.pt/

Câmara de Elvas inseriu 40 inscritos no OMTS

elvas-rececao-omts-cme
Cerca de quatro dezenas de pessoas foram recebidas, esta terça-feira dia 13, no salão nobre dos Paços do Concelho, antes de iniciarem o novo programa de apoio social da Câmara Municipal de Elvas, Ocupação Municipal Temporária e Solidária (OMTS).
Os participantes foram recebidos pelo presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, pelo vice-presidente Manuel Valério e pelo vereador Tiago Afonso, sendo que estes vão ser colocados pelo município em setores onde são necessários, como Higiene e Limpeza, Jardins, entre outros.
.
O presidente Nuno Mocinha explicou que este é um programa que “pretende dar uma ajuda” a quem mais precisa e “colocá-los em sítios onde são necessários” e que se destina a pessoas entre os 27 e os 59 anos, que se encontrem inscritos no Centro de Emprego, desempregados ou em situação de carência económica.
O autarca lembrou ainda que a autarquia não tem “conseguido colocar pessoas através do IEFP”, daí que tenha criado este novo programa, que é uma colaboração com a Autarquia, em que estão ocupados cinco horas por dia e recebem uma bolsa mensal.

Os novos colaboradores iniciam esta quarta-feira as suas funções, nos setores onde foram colocados, e por um período de 11 meses.