Euro 2016 não conta com árbitros portugueses

Duarte-Gomes

O Campeonato da Europa de futebol vai arrancar pela primeira vez em três décadas sem qualquer representação portuguesa na arbitragem, quatro anos depois de Pedro Proença ter apitado a final.

Após o agora presidente da Liga de Clubes ter protagonizado o momento mais alto da arbitragem lusa, quando em Kiev apitou o Espanha-Itália (4-0), do Euro2012, a UEFA optou por não selecionar qualquer representante de Portugal, pondo fim a um ciclo que já durava desde 1988.

Depois de Rosa Santos ter estado no Euro1988, Euro1992 e Euro1996, foi a vez de Vítor Pereira atuar no Euro2000 e Lucílio Baptista no Euro2004.

Portugal não teve um árbitro principal no Euro2008, mas Olegário Benquerença foi auxiliar, antes de Pedro Proença ‘brilhar’ na Polónia e Ucrânia, há quatro anos.

No total, 18 árbitros vão estar disponíveis no Europeu de França, mais seis do que em 2012.

O Euro2016 vai decorrer de 10 de junho a 10 de julho, em França, e vai ter pela primeira vez a participação de 24 seleções.

At http://desporto.sapo.pt/