Drones: mais 60 postos de trabalho para Ponte Sor

Tekever mw-860

A tecnológica portuguesa Tekever vai investir €5 milhões na criação de um centro de desenvolvimento, produção e testes de produtos na área do aeroespacial em Ponte de Sor. O projeto, que está a ser feito em colaboração com o município da cidade alentejana, vai permitir a criação de 60 postos de trabalho no prazo de um ano. As instalações já foram edificadas no Aeródromo de Ponte de Sor (área coberta de 3 mil metros quadrados) e a produção deverá ter início em meados de 2016, em grande parte para exportação.

Uma das primeiras aeronaves a ser produzida será o AR5, um drone de grande envergadura (4,8 metros e 150 kg de peso) para ser usado no patrulhamento marítimo de médio e longo alcance (tem uma autonomia até 12 horas de voo).

A escolha de Ponte de Sor deve-se ao facto de existir nesta cidade um cluster aeronáutico e aeroespacial em crescimento, boas condições meteorológicas e espaço aéreo não saturado.

A empresa está envolvida numa dezena de projetos de inovação financiados por Bruxelas que implicam um investimento de €30 milhões.

Criada em 2001 por jovens engenheiros formados no Instituto Superior Técnico, a Tekever continua a ser detida na totalidade pelos seus sócios fundadores.

At http://expresso.sapo.pt/economia/2015-09-27-Ponte-de-Sor-vai-ter-fabrica-de-drones

Dia Mundial do Turismo comemorado no Zêzere

zezere can blog

Foram vários os atletas que, nos dias 26 e 27 de setembro, percorreram na íntegra o traçado da GRZ- Grande Rota do Zêzere, desde a nascente na Serra da Estrela, até à foz em Constância.

Desportistas como o alpinista João Garcia, o atleta olímpico de BTT, David Rosa, o canoísta Emanuel Silva, medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres, e a canoísta Francisca Laia, medalha de prata em K1 200 nos Mundias de sub-23 de canoagem, não quiseram deixar de participar no transporte do testemunho que vai conter água do Covão D’Ametade e dos vários pontos de passagem ao longo do rio, e que será simbolicamente guardado no final do trajeto, celebrando assim o Dia Mundial do Turismo.

Os 370 Km de extensão da GRZ percorrem 13 concelhos: Manteigas, Covilhã, Guarda, Fundão, Pampilhosa da Serra, Vila de Rei, Oleiros, Sertã, Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Ferreira do Zêzere, Abrantes e Constância. O percurso desta Grande Rota foi projetado para ser multimodal, podendo ser feito a pé, de bicicleta ou de canoa. Assim, pode realizar-se de forma contínua e encadeada, por troços ou mesmo em  circuitos multimodais, recorrendo a mais do que uma disciplina. Para este aspeto contribui o caráter inovador das 13 Estações Intermodais existentes ao longo do percurso.

Com o lançamento da GRZ, e à semelhança da rede de percursos pedestres Caminhos do Xisto e da rede de Centros de BTT, as Aldeias do Xisto dotam o território de mais uma infraestrutura de animação permanente, passível de ser usufruída por qualquer pessoa em qualquer altura.

Os Municípios e os agentes privados parceiros das Aldeias do Xisto farão em conjunto a gestão e dinamização da Grande Rota do Zêzere, cuidando da sua manutenção e desenvolvendo programas e eventos de animação em torno da rota. Para tal, existe já um Grupo de Trabalho constituído.

At http://aldeiasdoxisto.pt/evento/4385