Nisa tem novo Presidente da Direcção de Bombeiros

“Os Bombeiros Voluntários de Nisa têm atrás de si um passado histórico que começou a escrever-se no distante ano de 1916, embora oficialmente apenas se dê conta da criação desta corporação como Bombeiros Voluntários Municipais em 1937.”

Bento Semedo

Bento Semedo foi eleito como novo Presidente da Direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Nisa, sucedendo a José Ramalhete Isabel.

20120106_Francisco_louro_preside_a_federacao_de_bombeiros_001-195x250

Praticamente na mesma data, o tolosense Francisco Louro, ex-Comandante dos Bombeiros Municipais de Gavião, foi reconduzido como Presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Portalegre.

De forma adversa, e no concelho vizinho de Castelo de Vide, a Associação Humanitária de Bombeiros Mistos de Castelo de Vide faz nova tentativa a 25 de Fevereiro para eleger os novos corpos sociais para o próximo triénio.

Anúncios

“Quarta-feira de cinzas”: Apelo do Papa Francisco para a Quaresma 2015

papa_10

“Quando estamos bem e comodamente instalados, esquecemo-nos certamente dos outros (isto, Deus Pai nunca o faz!), não nos interessam os seus problemas, nem as tribulações e injustiças que sofrem; e, assim, o nosso coração cai na indiferença: encontrando-me relativamente bem e confortável, esqueço-me dos que não estão bem! Hoje, esta atitude egoísta de indiferença atingiu uma dimensão mundial tal que podemos falar de uma globalização da indiferença. Trata-se de um mal-estar que temos obrigação, como cristãos, de enfrentar.

Na encarnação, na vida terrena, na morte e ressurreição do Filho de Deus, abre-se definitivamente a porta entre Deus e o homem, entre o Céu e a terra. E a Igreja é como a mão que mantém aberta esta porta, por meio da proclamação da Palavra, da celebração dos Sacramentos, do testemunho da fé que se torna eficaz pelo amor (cf. Gl 5, 6). O mundo, porém, tende a fechar-se em si mesmo e a fechar a referida porta através da qual Deus entra no mundo e o mundo n’Ele. Sendo assim, a mão, que é a Igreja, não deve jamais surpreender-se, se se vir rejeitada, esmagada e ferida.
Por isso, o povo de Deus tem necessidade de renovação, para não cair na indiferença nem se fechar em si mesmo. Tendo em vista esta renovação, gostaria de vos propor três textos para a vossa meditação.
1. «Se um membro sofre, com ele sofrem todos os membros» (1 Cor 12, 26): A Igreja.
2. «Onde está o teu irmão?» (Gn 4, 9): As paróquias e as comunidades.
3. «Fortalecei os vossos corações» (Tg 5, 8): Cada um dos fiéis.”

Menir do Patalou…

menir_do_patalou1

Há cerca de 2 anos e meio escrevia-se assim em relação ao “nosso menir”:

“Primeiro, não se sabia que eram os donos do terreno. Depois, os contactos eram difíceis e complexos, do tamanho da montanha erguida pelos burocratas da Praça do Pelourinho. Por iniciativa privada, vieram os proprietários, derrubaram-se as barreiras, desimpediram-se os burocráticos argumentos e pensou-se: É desta!”

“Nada mudou, cinco anos após a publicação deste artigo. A Câmara não mexeu uma palha, ninguém se levantou da cadeira e procurou saber como resolver, finalmente, uma situação simples e de resolução fácil.
Faltará dinheiro? Vontade? Interesse? O menir não acrescenta nada ao património concelhio? A autarquia tem mais que fazer do que preocupar-se com um “calhau”?
A de Castelo de Vide pensou de modo diferente e investiu na recuperação do menir da Meada. Criou mais valias para a freguesia de Póvoa e Meadas, mais visitantes, um novo foco de interesse.
Por aqui, pensa-se e age-se de maneira obtusa. Pouco interessa, o que a outros desperta interesse.
A Câmara julga-se dona e senhora da vontade colectiva. Tudo tem que passar pelo filtro dos “censores” municipais em todas as áreas. Iniciativa de fora é vista de soslaio e com desconfiança.
Por isso, chegámos a este ponto…
“Nem uma agulha bulia / na quieta melancolia /dos pinheiros do caminho”, escreveu o Augusto Gil.
O Menir há-de erguer-se um dia, não muito distante, nem que para tal tenha que fazer-se uma subscrição pública. Palavra de Óbelix!”
At http://cidadanisa.blogspot.pt/2012/07/patrimonio-uma-subscricao-para-o-menir.html, 15 de julho de 2012, “PATRIMÓNIO: Uma subscrição para o Menir do Patalou”

Câmara Municipal de Nisa vai ter 7 estágios PEPAL

pepal_11_2014

Determinado pelo Despacho n.º 1402/2015 de 06/02/2015 do SEAL, a Câmara Municipal de Nisa vai ter direito a 7 estágios profissionais, ao abrigo do PEPAL – Programa Estágios Profissionais na Administração Local (6 na área da intervenção no domínio social e 1 na área da promoção do desenvolvimento e da competitividade económica local, energia e ciência). Nisa recebeu o máximo de estágios para o intervalo entre 0 a 50.000 habitantes por Município, 7, assim como Elvas, Ponte de Sor, Crato e Sousel. A capital de distrito, Portalegre, recebe só 2. De salientar que Alter do Chão, Avis e Campo Maior não recebem qualquer estágio.

A Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo recebe também 2 estágios profissionais (limite máximo seriam 8).

Nenhumas das freguesias do concelho de Nisa recebe qualquer estágio (limite máximo seria 1).

At http://www.anmp.pt/files/djur/2015/div/PEPAL_contigente_desp1402-15.pdf

POWERADE MADRID-LISBOA MTB NONSTOP regressa ao concelho de Nisa

Madrid-Lisboa-BTT

Cedillo
Cedillo

El recorrido de la POWERADE ION4 MADRID-LISBOA MTB NONSTOP SERIES tiene un total de más de 770 kilómetros por senderos y caminos rurales o forestales (inevitablemente también algo de carretera). El desnivel positivo acumulado de la ruta supera los 10.000 metros de altitud y una altitud máxima de 900 m. A lo largo del trazado se cruzan las comunidades autónomas de Madrid, Castilla La Mancha y Extremadura entrando a Portugal por el Distrito de Portalegre, cruzando el Distrito de Santarém y finalmente el de Lisboa llegando a la capital siguiendo el curso del Rio Tajo hasta llegar a la capital portuguesa por el Parque de las Naciones de Lisboa.

10 estaciones de hidratación están repartidas a lo largo de todo el recorrido, separadas por una distancia que oscila entre los 65 y los 80 kilómetros

Las Rozas – Robledo de Chavela – Burgohondo – Navalperal de Tormes – Navaconcejo – Cañaveral – Alcántara – Cedillo – Ponte de Sor – Coruche – Lisboa

Tramo 8 – CEDILLO a PONTE DE SOR – El tramo que más carretera tiene de la prueba, ya que casi el 50% del sector se desarrolla por carreteras secundarias. Primera vez que los participantes pisarán suelo portugués, con pistas por bosques de eucaliptus sin mucha dificultad técnica. Eso sí, en constante subida y bajada, con unos mil metros de desnivel acumulado. Perfil: RODADOR.

At http://poweradenonstopseries.com/madridlisboa/#

Prémio de 2.500 euros para as associações activas

prémio_porto_jovem_epm-1024x576

O Prémio PORTO JOVEM é um concurso promovido pela Câmara Municipal do Porto, em parceria com a Águas do Porto, E.M., e visa premiar o mérito dos projetos desenvolvidos pelas Associações de Jovens, sediadas no território nacional, reconhecendo, deste modo, o seu contributo para o crescimento e desenvolvimento integral da cidade, com recurso a estratégias empreendedoras e de inovação.

Quem pode concorrer ao Prémio PORTO JOVEM?
Associações de Jovens (Associação Juvenil, Associação de Estudantes, Grupos Informais de Jovens, Juventudes Partidárias e Federações de Associações Juvenis) que tenham executado ou estejam a implementar projetos, no período compreendido entre 1 de janeiro do ano transato e 31 de dezembro do ano corrente, nas áreas que se destacam: intervenção social, nomeadamente o voluntariado, a cultura, o ambiente, o empreendedorismo e a inovação.

At http://premioportojovem.cm-porto.pt/

Corta-mato escolar distrital: Nisenses não atingem o pódio

Desporto Escolar

Esta fase (Fase Distrital do Corta-Mato), realizada a 2 de Fevereiro, teve como objectivo apurar os alunos que obtiveram melhores resultados, individualmente e por equipa, para representar a C.L.D.E. Alto Alentejo na Fase Nacional (Guarda 6 e 7 março), onde estarão representados os melhores alunos apurados nos Corta-Matos realizados em todos os distritos.

A organização das provas em Nisa esteve a cargo do DGESTE – Direção de Serviços Região Alentejo / Coordenação Local de Desporto Escolar do Alto Alentejo (CLDE AA) e do Agrupamento de Escolas de Nisa, que contou com a colaboração do Município de Nisa e da Associação de Atletismo do Distrito de Portalegre.

A título colectivo os Nisenses conseguiram pelo menos um honroso 3.º lugar nos iniciados masculinos, mas não conseguiram atingir o pódio a título individual. Resultados finais:

INFANTIS A FEMININOS

22.ª    941    JOANA BASSO    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

Col. – n/p

INFANTIS A MASCULINOS

29.º    436    VASCO NOBRE    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

12.º    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

INFANTIS B FEMININOS

7.ª    440    ANA CADETE    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

6.º    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

INICIADOS FEMININOS

9.ª    452    MARIA PIRES    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

5.º    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

INICIADOS MASCULINOS

12 .º   460    SÉRGIO SOARES    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

3.º    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

JUVENIS FEMININOS

Ind. – n/p

Col. – n/p

JUVENIS MASCULINOS

4.º    465    JOÃO FERREIRA    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

5.º    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

JUNIORES FEMININOS

4.ª    471    PATRÍCIA HEITOR    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

Col. – n/p

JUNIORES MASCULINOS

4.º    472    LUÍS FEIJÃO    AGRUPAMENTO ESCOLAS DE NISA

Col. – n/s

Novo Projeto “Por Terras Raianas” na FITUR / Madrid

Decorreu, na passada quinta-feira, 29 de Janeiro, uma acção de promoção do projecto de cooperação transfronteiriça “Circuito Turístico Por Terras Raianas”, na FITUR – Feira Internacional de Turismo de Madrid.

Esta acção serviu também para apresentar publicamente o portal de Internet do Circuito Turístico Por Terras Raianas (http://www.porterrasraianas.com/pt/) e uma nova aplicação para telemóvel que facilita a interpretação cultural e natural da região.

Os municípios portugueses que integram o Circuito são Idanha-a-Nova (na Beira Baixa), Marvão, Castelo de Vide, Campo Maior e Estremoz. As localidades espanholas são Coria, Alcántara, Valencia de Alcántara, Olivenza, Alburquerque, Barcarrota e Jerez de los Caballeros.

At https://www.facebook.com/MunicipioIdanhaNova